Arquivo do mês: junho 2011

27 – Silêncio

Hoje vou ficar em silêncio.
Para não soltar o grito que fisicamente, de momento, me é impossível.
Vou ficar em silêncio.
Para não blasfemar contra o Tudo e o Todo que mais acredito.
Ficar em silêncio.
Para não dar vazão a emoções que sei, passarão depois.
Em silêncio.
Para em um ato impensado não soltar (ou escrever) o verbo errado.
Silêncio.
Para que com minhas Palavras, meus atos, não machuque Seres Amados ou não amados.
Calo-me.
O ciúme, a dor, a ira, a mágoa, a auto-piedade, a lágrima, a inconformidade, tudo passa.
O Amor vence.
O Amor está aqui.
Sempre.
s.p.14/10/2010 – terça
Anúncios

1 comentário

Arquivado em eGo

26 – Magia

                     

Magia da Grafia
Magia da Palavra.
Alegria registrada.
Emoção indefinida.
Amor infinito.

1 comentário

Arquivado em eGo, Icarus